2005-08-31

O subterrâneo de veludo
















I'm sticking with you
'Cos I'm made out of glue
Anything that you might do
I'm gonna do too

'I'm Sticking with you'
The Velvet Underground

Andava eu pelo Camdem Market, uns vinte anos atrás, e andavam também por lá uns tipos, proto-punks de banquinha, a vender cassetes piratas de concertos, naquele tempo havia um em cada esquina. Agora com as novas tecnologias acabou-se-lhes o negócio, I presume.

Eu parava em todos e olhava deliciado as cassetes. Babava-me, onde mais iria encontrar um concerto dos New Order acabadinho de acontecer ontem. Portuga pobre, pedi para ouvir uma cassete dos Velvet Underground ao vivo algures, não fazia tenção de comprar. O gajo, com o cabelo verde espetado e cara de bebé, e aquela pele sempre muito branquinha e oxigenada, mudou a cassete que estava a ouvir no seu leitor portátil, qualquer coisa de gótico, tipo Sisters of Mercy antes do vocalista ter deixado de fumar.

Ouvi um bom bocado e depois disse ao gajo que podia tirar, o gajo disse que não, eu não estava a perceber nada, aqueles gajos são um bocado parvos e teimosos e eu dizia que tirasse, não estava interessado, se calhar queria que eu comprasse a cassete, ok já tinha ouvido e ele só dizia não, era como falar para uma parede até que no meio do seu desprezo me passou a mensagem que os Velvet eram muito bons e queria continuar a ouvir.

O que é certo é que os Velvet continuam a consumir grande parte do meu tempo de antena. Grupo revolucionário nos anos 60, hoje poucos são os músicos que arriscam romper as barreiras musicais tal como Reed, Cale e quejandos o fizeram no seu tempo. A rude beleza da sua música continua a atrair-me, a comover-me. Abafa os meus dias negros com a sua distorção e irradia a sua calma melódica quando flutuo entre as nuvens, nos meus dias mais calmos.

A quem não conheça aconselho a audição de I'm Sticking with You, do albúm VU, um perfeito orgasmotron tal o prazer que me proporciona sempre que a oiço.

2 Comments:

Anonymous Nina said...

Fiquei curiosa, vou procurar.

Música que resiste 20 anos, tem mesmo de ser especial.

11:29 da tarde  
Blogger guardador_de_rebanhos said...

Olá Nina
Os Velvet já eram velhos quando se passou o episódio londrino. Tiveram uma existência fugaz nos anos 60, suficiente para produzirem quatro obras-prima entre os quais aquele que é considerado como o melhor albúm de sempre "The Velvet Underground & Nico" cuja capa é uma banana pintada por Andy Wahrol.

9:29 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home